segunda-feira, 1 de janeiro de 2018

REFLETINDO O DÍZIMO

E... PARABENIZANDO OS DIZIMISTAS


O Dízimo não é uma novidade, nem uma invenção da Igreja católica ou de qualquer outra Igreja cristã. Encontramos o Dízimo desde as primeiras páginas da Bíblia. Inicialmente em forma de "primícias", oferecidas ao Senhor por Abel e Caim (Gn 4,3-5). Abraão é o primeiro a falar em "dízimo" e oferece ao Senhor, através do sacerdote Melquisedeque, a décima parte de todos os bens que o Senhor colocou em suas mãos (Gn 14,18-20). Jacó promete dar ao Senhor, em troca da sua assistência, o dízimo de todos os seus bens (Gn 28,20-22).

O que inicialmente foi um gesto espontâneo, expressão de fé, de reconhecimento e de gratidão para com Deus, Senhor da vida e de todos os bens, a partir de Moisés passa a ser uma obrigação para todos os filhos de Israel. O dízimo se torna obrigatório por Lei. Deuteronômio, Levítico, Números, são os livros do Antigo Testamento que falam do "dízimo legal do povo". Pelo fato de ser "legal", o dízimo não deixa de ser um gesto de fé, de amor, de reconhecimento a Deus, e um gesto de partilha com os irmãos mais carentes da comunidade: os levitas, os órfãos, as viúvas e os estrangeiros.

O dízimo garante a manutenção do Templo, centro de toda a religiosidade do povo, garante a celebração do culto e, indiretamente, contribui para a unidade e o crescimento moral do povo de Deus. Todas as vezes que o povo começa a descuidar do dízimo, os sacerdotes que eram sustentados por ele são obrigados a procurar o próprio sustento. Os templos são abandonados, o culto é prejudicado, a religião entra em crise e, com ela, a vida moral do povo. Por isso, sempre que o povo de Israel precisa de uma reforma, esta começa pela restauração imediata do dízimo (Ne 10,33). "Malaquias levanta a voz e fala de "maldição" para aqueles que são infiéis e querem enganar ao Senhor, e fala "bênçãos" abundantes para quem dá o dízimo com fidelidade (Ml 3,9-11).



feliz aniversário Dizimistas aniversariantes de janeiro!

Alda Ferreira Ruivo Martins
Ana Beatriz Lucca Mari Linardi
Antonio Francisco de Sousa e Silva
Durvalina Castro
Gizele Ferraz Salani
Ignêz Sebastiana do Nascimento Cândido
Inaeh de Paula Oliveira
Irene Maria Farias
José Luiz Felix
Josefa Gonzales Alvarez
Julio Rafael Pereira da Silva
Laci Silva Rocha
Luciana Prado
Maria Diana Fernandes Mesquita
Maria Leda Altieri do Nascimento
Maria Valéria Pinto Carvalho
Marta Elza dos Santos Borges
Marta Silvia Xavier Buranello
Mavilde da Silva Moreira
Nilma de Fátima Berto do Nascimento
Ramphis Perrota Junior
Reinaldo Célio Zaninetti
Renata Bonifácio
Roberto Natale de Pian
Sarah Izabel Alice Damasco Gamboa
Wilson Bonini
Zilda Alves Moreira

A Pastoral do Dízimo deseja a você caríssimo(a) irmão(ã) dizimista muitas felicidades. Parabéns!!!



Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Janeiro de 2018
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa – SP
Site da Paróquiahttp://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário