sábado, 4 de março de 2017

CONHECENDO NOSSA PAROQUIANA

ENTREVISTA DO MÊS DE MARÇO: MARIA APARECIDA SERRER


Nesta edição do mês de março, onde comemoramos o  Dia Internacional da Mulher, nós teremos a honra de conhecer um pouco mais sobre uma mulher incrível, que tanto ajuda em nossa comunidade e em nosso bairro: nossa psicóloga Maria Aparecida Serrer.

Nascida no bairro da Pompéia, filha do seu Alberto e de dona Madalena, Cida é a mais velha de cinco irmãos. Aos nove anos veio com a família morar no bairro da Lapa, onde fez a Primeira Comunhão na Paróquia Nossa Senhora de Fátima.

No ano de 1979, formou-se em Psicologia; casou-se em 1982 com Luiz Carlos Rufo, mesmo ano em que sua mãe também falece. Morou em outros bairros afastados do nosso, enquanto sua família aumentava, tendo zelo e cuidado com as filhas pequenas Dora e Mira, além do enteado Gabriel.

Voltaram a residir na Lapa em 1997, ano em que colocou as três crianças na catequese, aos cuidados da catequista Elza. Ao mesmo tempo, foi se engajando em nossa comunidade, sempre solícita na liturgia e onde a chamavam para ajudar.

Dora, Mira e Gabriel fizeram a Primeira Comunhão e posteriormente a Crisma, todas celebradas por Frei Leopoldo. Em 1998, seu pai, muito doente, recebeu a extrema unção de Frei Toninho e infelizmente faleceu.

Nessa época, ela fez o curso de Teologia para leigos em nossa paróquia e foi coordenadora da Liturgia também.

Há mais ou menos treze anos, divide o consultório com nossa também colaboradora e amiga Andrea Zanetti. Em 2009, Cida e seu esposo Luiz,  foram padrinhos de casamento da Andrea e do João.

Infelizmente em 2010, seu esposo Luiz foi acometido de um câncer muito agressivo e Frei Fábio, com toda sua sensibilidade, foi solidarizar-se com a dor da família, prestar seu apoio religioso e de amizade. Deu a extrema unção a Luiz, que veio falecer dois dias depois. Frei Fábio esteve ao lado deles também no velório e enterro. Foram tempos de muito sofrimento, mas Cida e seus familiares receberam muito apoio dos religiosos de nossa comunidade e dos amigos paroquianos também, o que foi de extrema importância para que pudessem ter consolo e conforto nesse momento delicado.

O Posto de Saúde onde Cida trabalha, possui uma parceria com nossa Paróquia. Cedemos nosso salão paroquial onde é realizado um trabalho muito importante, tanto para a questão física quanto psicológica das pessoas que procuram esta terapia totalmente gratuita: toda quarta-feira, às nove horas da manhã, temos a Terapia Comunitária, aberta para todas as pessoas da nossa comunidade, é só chegar! E uma vez por mês, neste mesmo grupo de terapia comunitária, realizamos a Dança Circular. É uma atividade ministrada pela Cida, muito divertida e alegre!

Cida também faz parte de um Grupo de Evangelização no Parque da Lapa, onde às quintas-feiras de noite, visitam casas e rezam o Terço.

E juntamente com a Andrea, no consultório, uma vez por mês, num sábado, reúnem um grupo só para mulheres para Contação de histórias. Este ano o tema é “Espiritualidade para mulheres”. Quem tiver interesse para o próximo encontro, é só contatá-las.

Sobre o significado da Paróquia em sua vida, Cida afirma que desde que voltou a morar aqui perto, a Paróquia tem um significado todo especial, uma referência importante. Ajuda na saúde mental e espiritual das pessoas.

Mensagem de fé aos leitores:

“Vir à Missa para ouvir o que se diz, o que faz sentido para a vida, dá ritmo à vida. A espiritualidade precisa ser cultivada, é preciso ter a prática de vir à missa, vivenciar. A Igreja vai recolher a sua fragilidade humana. É necessário prestar atenção no calendário da liturgia, aprofundar-se na Palavra, ter o recolhimento para a espiritualidade”.


Foi muito bom e enriquecedor conhecer um pouco mais desse misto de mulher frágil e ao mesmo tempo forte, guerreira. Neste mês do Dia Internacional da Mulher, que seu exemplo possa servir de inspiração para muitas mulheres, que todas passam por momentos difíceis, mas com fé e amor a  Deus, sempre podemos vencer e seguir em frente! Obrigada Cida Serrer, que Deus a abençoe e a sua família também!


Jornal Online “A Voz de Lourdes” – Março de 2017
Compilação e Edição: Sérgio Bonadiman - Revisão e Publicação: Dermeval Neves
Responsabilidade: PASCOM Paróquia Nossa Senhora de Lourdes - Vila Hamburguesa – SP
Site da Paróquiahttp://www.pnslourdes.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário